Uma mistura de lazer e qualidade de vida: conheça tudo sobre o Stand Up Paddle

Você em cima de uma prancha, com um remo, em um mar com uma bela paisagem ao fundo. Em poucas palavras resumimos o Stand Up Paddle. De origem havaiana, o SUP é uma antiga forma de surf, que consiste em remar em pé sob uma prancha na superfície da água com auxílio de um remo.

O esporte, que a cada dia ganha mais adeptos, é ideal para quem gosta de diversão e natureza. Pode ser praticado no mar, em rios e até mesmo em lagos, o que proporciona aos atletas um grande momento de tranquilidade e paz em lugares fascinantes.

Recomendado para mulheres, homens e até mesmo crianças, o “remo em pé” é de fácil aprendizado e uma ótima modalidade para queimar calorias, pois exige do praticante um trabalho em equilíbrio constante do corpo. É um esporte bastante aeróbico e completo, que ajuda até mesmo na recuperação de lesões de tornozelos e joelhos.

Por ser fácil de aprender, as pessoas costumam gostar do SUP logo nas primeiras aulas. As pranchas mais básicas da modalidade tem uma média de preço entre R$1000 a R$2500, porém o baixo custo fixo de manutenção do esporte, o torna bastante atrativo.

Cada pessoa necessita de equipamentos adaptados ao seu corpo para praticar o SUP. Um tamanho errado de remo e prancha podem diminuir a agilidade e o equilíbrio na hora de fazer o SUP, prejudicando o desempenho do praticante. Portanto é ideal o acompanhamento de instrutores experientes nas orientações do esporte.

Tipos de modalidades

O Stand Up Paddle permite que seus praticantes usem a criatividade e inventem diferentes modalidades dentro do próprio esporte. Uma delas é o SUP Yoga, que não é oficial, mas bastante praticada por lazer. Modalidades oficiais existem duas: SUP Surf e o SUP Remada.

O SUP Surf (ou SUP Wave) consiste em descer com a prancha pelas ondas com auxílio do remo. Por ser mais difícil, possui menos praticantes. No Brasil, Leco Salazar é um dos representantes do país na modalidade, onde foi campeão do mundo em 2012.

Já o SUP Race consiste em ficar em pé em cima da prancha e remar determinadas distâncias. Possui várias categorias, que necessitam de pranchas especiais, para que o surfista possa remar a favor do vento, por exemplo. O diferencial desta competição para o SUP Surf, é que pode ser praticada em diversas superfícies aquáticas.

O histórico SUP

Registros históricos mostram que peruanos remavam e surfavam em embarcações chamadas Cabalitos de Totora, manufaturada a partir de fibras vegetais como o junco, por volta de 200 a.C. e 700 d.C. É daí que surge os primeiros relatos de uma similaridade do Stand Up Paddle.

O SUP só foi realmente ganhar destaque e começar a virar um esporte nas décadas de 20 e 50, com instrutores no Havaí, que usavam grandes pranchas com remo para fotografar e acompanhar seus alunos. Desde então a modalidade só cresceu.

No Brasil, segundo registros históricos datados no ano de 1939, apontam Osmar Gonçalves e Juá Hafers como responsáveis pelo surgimento do SUP em águas brasileiras, surfistas que tiveram a ideia de usar remos em suas pranchas para manter o preparo físico e treinar o equilíbrio.

Maresias, além de ser casa do surf no Brasil, é um dos pontos ideais para a prática do Stand Up Paddle. Fique ligado em nosso Portal para saber e conhecer sobre todas as modalidades aquáticas que ocorrem pela região!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *