Os mosquitos costumam incomodar em nossa ida à praia, mas existem meios de se prevenir disso

Uma bela paisagem de fundo, trilhas com lindas cachoeiras no final, natureza deslumbrante. Uma viagem até Maresias te proporciona tudo isso, porém, nem tudo que é oferecido é positivo. Locais de muito verde normalmente separam um bicho indesejável para seus visitantes: os mosquitos ainda são uma praga que incomoda nossa trip ao litoral.

E o pior que nos dias atuais não são apenas os simples borrachudos, que deixam nosso corpo lotado de feridas, o maior perigo para nossa saúde. O mosquito Aedes aegypti tem preocupado bastante todos os viajantes Brasil à fora.

Parasita da dengue e do Zika vírus, o Aedes Aegypti é um inseto comum de se encontrar em qualquer local que acumule água limpa. O mosquito possui hábito diurno, costumando picar nas primeiras horas da manhã ou fim da tarde. Sua picada em geral, diferentemente dos borrachudos, não dói e não coça.

Os sintomas da infeção do Aedes Aegypti se iniciam cerca de 10 dias após a picada. Pode surgir febre acima de 38ºC e manchas vermelhas no corpo com bastante coceira, dor nas articulações (especialmente de mãos e pés) e conjuntivite.

Para que todos estes problemas de saúde não ocorra, a prevenção contra o inseto é essencial em uma ida à praia. Principalmente em um lugar que você não está habituado viver o dia a dia. Adultos e principalmente crianças necessitam dos cuidados certos para ficar longe dos mosquitos na viagem – seja eles borrachudos ou de outro tipo. Separamos algumas orientações à prevenção e o uso de repelentes na praia:

Use um bom repelente

Use o repelente, 30 minutos após passar o protetor solar. O efeito acaba sendo mais positivo para sua pele. O produto não é contraindicado para ninguém, nem mesmo gestantes, por isso use sem preocupações.

Fique atento à validade do repelente usado

Fique atento à validade do repelente e sua durabilidade na água. Um repelente vencido não resolverá o seu problema. Outra dica é ficar atento à hora aplicada do produto: reapliquem de 4 em 4 horas ou até menos, se ficar muito tempo dentro da água.

Cuidados com os pequenos durante a noite

Apesar de não ter contraindicações, repelentes aplicados diretamente sobre a pele não devem ser mantidos por período de tempo prolongado. Para crianças, não é muito saudável permitir que durmam durante a noite com o repelente na pele. Procure outras alternativas (como as dicas abaixo).

Nem só um repelente espanta os mosquitos

Existem boas alternativas para proteger sua casa na praia dos mosquitos. Mosquiteiros e telas em janelas é um bom filtro. Além disso, ar condicionado e ventiladores ajudam a afastar os insetos. Repelentes elétricos de tomadas, usados próximos de portas e janelas, também é uma ótima pedida para uma noite sem mosquitos.

Roupas específicas também ajudam

É lógico que na praia o calor predomina, mas se os insetos estão incomodando, uma ideia é usar roupas de manga longa e calça comprida, para proteger sua pele. De preferência use todas as peças de cores claras, pois cores escuras atraem os mosquitos.

Seguindo estes conselhos básicos você conseguirá curtir todas as belezas de Maresias sem preocupações. Uma dica é conhecer a trilha de Paúba, que é recheada de muito verde, e um dos lugares mais deslumbrantes do Litoral Norte de São Paulo. Venha visitar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *