Cinco cuidados essenciais com seus animais em praias

Recentemente, demos dicas para você saber o que fazer ao viajar com animais dentro do carro. E todo o cuidado que é necessário no caminho até a praia, também precisa se ter quando chega no destino final. Passear com seu pet pode ser extremamente divertido, no entanto, a praia demanda alguns cuidados específicos para evitar uma série de doenças.

Além de sofrer com as altas temperaturas, que são muito comuns ao clima litorâneo, seu bichinho pode ser atingido por inflamações com o contato da água do mar, além de intoxicações devido a ingestão de restos de peixe, crustáceos ou restos de comida deixadas pelos banhistas. Portanto, é preciso ficar atento a uma série de coisas.

É muito importante fazer uma pesquisa antes de viajar, pois em algumas cidades é proibido levar cães à areia da praia – o que não acontece em Maresias. Mas para quem pretende levar o pet para a trip da família, aqui vão algumas dicas de cuidados essenciais para que ele aproveite ao máximo em segurança. Confira!

Para começar, um check-up

Independente da viagem, seu pet deve estar com as vacinas em dia. Se for à praia, o cuidado deve ser redobrado, já que a areia e o mar possuem diversas doenças escondidas. Portanto, leve seu bichinho ao veterinário com antecedência e siga as recomendações do mesmo.

Não se esqueça da identificação

Perder seu animalzinho na praia não é tão difícil. Portanto, para evitar uma tragédia, não saia de casa sem coleira, guia e placa de identificação atualizada. Esta é a única maneira de impedir que seu pet se perca e caso isso aconteça, ele estará identificado.

Sombra e água fresca é essencial

Sempre que for passear com seu pet, leve junto de vocês uma boa quantidade de água. Isso garantirá a reposição hídrica necessária para que o organismo funcione a todo o vapor. Além da água, um lugar fresquinho e com sombra vai deixar o passeio mais agradável. Você também pode (e deve) passar protetor solar no seu cachorrinho – sim, existem produtos deste tipo especiais para os animais.

Evite o sol em horários mais quentes

Isso não serve só para os humanos. Os raios solares emitidos das 10 às 16 horas são considerados os mais fortes. Por isso, pule a praia nesses horários para evitar problemas com o seu cãozinho.

Tome cuidado com o lixo na areia e mar

Impeça que seu cachorro beba água salgada e coma alimentos caídos na areia, pois farão mal a sua saúde. A mesma dica vale para restos de peixes e crustáceos. Além disso, tome cuidados com as ondas do mar, já que podem levar seu pet para longe. Então, mesmo que ele saiba nadar, fique atento.

Banho antes do descanso

Por mais cuidado que você tenha ao levar seu cachorro na praia, nem sempre dá para evitar que a pele, ouvido e olhos fiquem irritados. Então é necessário dar aquele banho caprichado assim que chegar em casa. Bastante sabão e água para tirar qualquer resquício de sal e areia que estejam grudados na pele e pelos e aquela boa limpada na orelha.

Capriche na vermifugação

Por fim, priorize sempre as três doses (verão, inverno e primavera) de vermífugo de seu pet. Isso garante que ele fique imune aos vermes perigosos que podem se esconder no ambiente litorâneo e faz com que ele fique sempre muito saudável e pronto para curtir a praia.

No Portal Maresias você pode encontrar diversas dicas sobre as melhores praias do Litoral Norte Paulista. Além disso, você pode ficar inteirado sempre sobre os eventos e as notícias fresquinhas que rolam na região. Fique ligado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *